Tempo de Acorde

by

(Lari Finocchiaro)

Um sangue que escorre
eu vejo de cima da Consolação
é tempo de morte
de fechar esquinas
fechar o cerco com cordão
um cordão cinza bem apertado
não deixa passar nenhum fiapo
de riso, de entrega, de berro, de grito, de corpo
pela liberdade

era um, era dois
eram mil homens de escudo
era um, era tres,
eram trinta homens sem escrúpulos
era só uma menina
eram meninos e meninas
com pés no chão com razão

tentaram correr
pegou mais um
joelhos ao chão
bala, bala, bala, bala nele
mãos para cima
tapa na cara
arrastão , arrastão, arrastão

A lágrima escorre
a gente escora
é tempo de acorde
acordos se quebram ao meio sem explicação
é tempo de arte
deixar a ferida aberta
de falar sobre tudo, tudo tudo
tudo que nos encoberta
é tempo de acorde

voz: Lari Finocchiaro
baixo: Fi Maróstica
bateria: Thiago Rabello
percussão: Rafael Mota
piano: Debora Gurgel
trompete: Rubinho Antunes
Arranjo: Fi Maróstica
BR3L71800006

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


PageLines